Experimentos no mês de Junho com surgimento de novas alternativas, qualidades de movimento e ideias.


Dando continuidade aos nossos experimentos, novas alternativas aparecem, nestes experimentos do mês de junho. Qualidades de movimento ainda não experimentadas e ideias para interferências musicais, para produção de ruídos.

Este movimento inicial está sendo feito com um colar de sementes nas mãos.

Texto de abertura: A ARTE VEM DAQUI. TODAS AS INTUIÇÕES. TODAS AS IDEIAS.



ALTA NOITE NA SELVA. A POTÊNCIA DO ERMO NA UNIDADE, CLARAMENTE PRESSENTIDA PELOS OSSOS. OS OSSOS TÊM UMA POTENCIA DE PERCEPÇÃO NÃO DESCOBERTA. OS ANTIGOS SABIAM DISSO.


POTÊNCIAS DESCONHECIDAS. 


EXTREMO OCIDENTE DO BRASIL. OS ERMAIS DO MUNDO. OS PERFUMES DO NADA. OS PERFUMES DO ABISMO. 


GIGANTESCOS DRAMAS E TRAGÉDIAS PERPASSAM TODO ESPAÇO. O ÉTER DAS COISAS. RONDÔNIA. ESTAVA PROCURANDO LACUNAS  DESCONHECIDAS QUE SÓ PODERIAM SER ACHADAS LÁ, E AS ACHEI. QUE INFINITA ALEGRIA.

MEUS OSSOS EMITIAM PURA LUZ. PURA LUZ.


(pegar os maracás e começar a tocar)


ALTA NOITE...

TIREI O MEU MARACÁ E COMECEI A TOCAR ANDANDO NO MEIO DA MATA 


(som dos maracás)TOCAVA E CAMINHAVA COMO NUM RITO. (maracás)


ERAM DUAS HORAS DA MANHÃ NO MEIO DA AMAZÔNIA. PERCEBI QUE O SOM DO MARACÁ LIMPAVA A ENERGIA DA FLORESTA... ( maracás)

ALTA NOITE NA FLORESTA. ALI ECOAVAM OS SONS DAS SEMENTES, COMO NO INICIO DO MUNDO.


GUILHERME VAZ

  • Faixa 1 do CD- MÚSICA: Guardiões da Floresta .

Texto sobre os ossos

(movimento de toque no antebraço esquerdo que se encadeira com o direito. De perfil, perna direita na frente da esquerda)

MEUS OSSOS.

O PERIÓSTEO...

ESSA CAMADA BRANCA E ESCORREGADIA QUE REVESTE MEUS OSSOS.

DEIXO QUE ME DIGA PARA ONDE DEVO IR.

COMO ME MOVER.

(movimentos gerados por esta ideia)

LUGAR ONDE NOVAS CÉLULAS ÓSSEAS SÃO CRIADAS, CONTÍNUA COM MEUS LIGAMENTOS, LIGAMENTOS QUE ATRAVESSAM AS MINHAS ARTICULAÇÕES...

VIAJO DE ARTICULAÇÃO PARA ARTICULAÇÃO.

SINTO O PRAZER DA PELE DOS MEUS OSSOS

(movimentação mais intensa, indo para o chão/ incluir o movimento de rolar)

MESMO NO CHÃO ELE ME SUSTENTA COM SUA CAPACIDADE DE FLUTUAÇÃO E EXPANSÃO NO ESPAÇO.

E AGORA, CHEGO A PARTE DURA DOS MEUS OSSOS, 

MEU SELF MINERALIZADO,

A TERRA EM MIM.

É A PARTE QUE ME DÁ FORÇA PARA IR CONTRA A GRAVIDADE

QUANDO SINTO MEU CORPO COMO UMA FORMA ARQUITETÔNICA EM MOVIMENTO.

E CHEGO À PARTE FLUIDA DOS MEUS OSSOS, À MEDULA, O CENTRO DOS MEUS OSSOS.



  • Faixa 2- Noite Original (1ª parte)

Trabalho com máscara a ser definida. Estou utilizando uma meia máscara neutra.

Elementos do Tai Ji ao som grave e movimentos de coçar e esfregar o corpo nos sons mais agudos. Avançando na diagonal, quando chega ao centro do palco, surge o texto: "NÓS SOMOS O COYOTE. NÓS SOMOS O COYOTE, TODOS NÓS DA AMÉRICA, SUL E NORTE. OS FILMES DO GLAUBER ROCHA, BRESSANE, OS ROMENCES DE GUIMARÃES ROSA, EUCLIDES, MÁRIO PALMÉRIO, TODOS ELES SÃO COYOTES, O MESTIÇO, O MULATO, O ÍNDIO, TODOS SÃO.

TODOS ELES SÃO COYOTES, SERES HUMANOS DA AMÉRICA."

Seguindo em direção à frente do palco, na mesma diagonal, direita/frente

NA EUROPA, A DISTÂNCIA ENTRE O CÉU NOTURNO E A TERRA AINDA É MUITO GRANDE, ENTRE A CABEÇA E OS PÉS, ENTRE COISAS DITAS SUPERIORES E INFERIORES...

OS POVOS INDÍGENAS DO BRASIL E DA AMÉRICA NÃO SE APEGAM A OBJETOS, APENAS EM ESPÍRITO E NO SEU DESENHO... 

Caminhando e “coçando” de frente para trás, no centro do palco, novamente.

A AMÉRICA É A FRONTEIRA ENTRE SER E NÃO SER, ENTRE ORIGEM E FORMA, ENTRE O CONHECIDO E O DESCONHECIDO.

(Parada/postura “Shiva”) “NÓS SOMOS O COYOTE, NÓS, ARTISTAS DA AMÉRICA”.

Talvez falar GUILHERME VAZ

  • Mesma faixa- Noite Original (2ª parte)

Movimentação dos quadris, com utilização dos quatro cantos com movimentos inspirados na Sagração da Primavera, de Pina Bausch, e a ação de apontar diferentes direções.

Ao final desta parte, texto do Guilherme:

TUDO COMEÇA MUITO PEQUENO, SÃO PEQUENOS SINAIS.

TOCAR A SUPERFÍCIE DO MUNDO É O PRIMEIRO CONHECIMENTO.

A ORIGEM DA ARTE DAS COISAS.

ANTES DE TUDO A MÃO NA PRIMEIRA SUPERFÍCIE QUE ELA TOCA.

  • Faixa 3- Passacale

Durante a progressão da movimentação, aparece o texto:

VOCÊ GOSTA DE ABISMO?

É PRECISO GOSTAR DE ABISMO?

GUILHERME OEDE O MERGULHO NO ABISMO. NO TEMPO ESTENDIDO.

UMA FORMA DE LONGA DURAÇÃO.

UMA FORMA DE LONGA DURAÇÃO É UM A MANEIRA DE VIVER O TEMPO OU NEGÁ-LO?

UM ABISMO

UM CAMINHO.

  • Antes da faixa 5, LA VIRGEN, temos uma abertura par o público com o seguinte texto-guia:

A ARTE VEM DAQUI. TODAS AS INTUIÇÕES, TODAS AS IDEIAS.

NOW, AGORA, NÓS VAMOS REALIZAR, JUNTOS, UMA COMPOSIÇÃO MUSICAL CRIADA POR GUILHERME VAZ PARA UMA FOLHA DE PAPEL. 

VOCÊS RECEBERAM O PROGRAMA COM UMA FOLHA DE PAPEL DENTRO. POIS, É COM ESTA FOLHA QUE NÓS VAMOS REALIZAR A COMPOSIÇÃO DO GUILHERME QUE COMEÇA COM SILÊNCIO ATÉ O PRIMEIRO SOM QUE É FEITO COM A FOLHA DE PAPEL.

VAMOS COMBINAR QUE EU DIREI O NOME DA COMPOSIÇÃO, DEPOIS FALAREI 1,2,3 E VOCÊS COMEÇAM. 

A REGINA VAI SER UMA ESPÉCIE DE REGENTE, POIS QUANDO ELA TERMINAR DE FAZER O SOM COM A SUA FOLHA, SERÁ O FIM DA COMPOSIÇÃO MUSICAL. PARA QUE VOCÊS NÃO TENHAM QUE DIVIDIR A ATENÇÃO ENTRE FAZER SONS, ESCUTAR A SONORIDADE TOTAL E ACOMPANHAR A REGINA PARA VER QUANDO ELA TERMINA, EU VOU AVISAR O FIM.

PREPARADOS?

MÚSICA CONCRETA PARA FOLHA DE PAPEL

UM, DOIS, TRÊS!

FIM.

FIM DA COMPOSIÇÃO MUSICAL, MAS, NÃO O FIM DA NOSSA CENA.

PARA DAR SEQÜÊNCIA, VOCÊS VÃO AMASSAR O PAPEL E JOGAR AQUI, NA DIREÇÃO DO PALCO. NESSE MOMENTO ALGUMAS PESSOAS VÃO VIR PARA O PALCO PARA FAZERMOS JUNTOS, OS 45 MOVIMENTOS. UMA CRIAÇÃO DE UMA COREÓGRAFA URUGUAIA, CHAMADA GRACIELA FIGUEROA, COM QUEM, EU E REGINA, TRABALHAMOS, DURANTE DEZ ANOS, NO RIO DE  JANEIRO.

VAMOS LÁ!

UM, DOIS, TRÊS! (nesse momento, entra a música, na faixa 5)

  • Antes da entrada na faixa final do CD, gravado até o momento, na Faixa 6, texto:

OS ABISMOS PERSEGUEM O MUNDO. VI COM MEUS PRÓPRIOS OLHOS. 

GUILHERME VAZ


Posts Em Destaque
Posts Recentes
Siga
  • Facebook - Black Circle
  • YouTube - Black Circle
  • Vimeo - Black Circle
  • Twitter - Black Circle
  • Facebook - White Circle
  • YouTube - White Circle
  • Vimeo - White Circle
  • Twitter - White Circle