Com mais de 60 obras em seu currículo, Mariana Muniz coleciona uma série de premiações como bailarina, coreógrafa, diretora e atriz.

É possível acessar todos os trabalhos cênicos realizados pela artista através da exposição virtual “Trajetória(s) Mariana Muniz” realizada pelo MUD – Museu da Dança. Na exposição, além de uma linha do tempo de sua carreira, o acervo de vídeos, fotos, materiais gráficos e documentos também estão disponíveis, além de depoimentos, textos e palestras.

Abaixo elenca-se os seus trabalhos cênicos mais recentes: 

A Um passo da aurora (2019) 

Direção geral: Mariana Muniz | Criadoras e Intérpretes: Mariana Muniz e Regina Vaz | Assistente de direção: Cláudio Gimenez |

Trilha Sonora: Lívio Tragtenberg | Cenografia: David Schumaker | Dramaturgia: Regina Vaz | Figurinos e Iluminação: Kleber Montanheiro | Operação de luz: Fellipe Oliveira | Edição de Vídeos: Rafael Petri | Coordenação de Produção: MoviCena Produções

Obra em dança contemporânea inspirada nos trabalhos e partituras gráficas do músico e maestro Guilherme Vaz (1948-2018).

Um mergulho nas paisagens sonoras do multiartista; um convite à escuta dos maracás, do silêncio e do imaginário simbólico dos povos indígenas do Brasil.

Na criação e composição de “A Um Passo da Aurora” o compromisso com o hibridismo de linguagens artísticas está a serviço da exploração dos limites das conexões entre questões cênicas, coreográficas e dramatúrgicas, visuais e performáticas.

Fados e outros afins (2017) 

Um mergulho nas águas, paisagens e palavras luso-brasileiras e um convite à escuta dos fados portugueses e cantores brasileiros. Com Fados e Outros Afins a bailarina e atriz Mariana Muniz, sob a direção de Maria Thaís, faz uma imersão em suas origens de brasileira e nordestina, numa dramaturgia, concebida a partir de seu corpo, como uma viagem poética de Lisboa a Recife.

Direção geral e Bailarina: Mariana Muniz

Direção Artística: Maria Thaís

Assistente de Direção e Cenografia: Cláudio Gimenez

Dramaturgia: Murilo de Paula e Carlos Avelino de Arruda Camargo

Trilha sonora: Divanir Gattamorta

Figurinista: Chris Aizner

Desenho de luz: Aline Santini

Cenografia: Julio Dojcsar e Rogério Santos

Operação som: Luciano Renan

Operação de Luz: Rafael Petri

Produção: MoviCena Produções Artísticas

Duração: 42 minutos

Classificação: livre

D’EXISTIR (2015) 

É uma peça de dança/teatro baseado em pesquisas sobre o tema da morte. Com referência poética no texto Mal Visto Mal Dito de Samuel Beckett, trata-se de uma artista em seus questionamentos sobre o ato de vivenciar o sentido de seus movimentos em dança e teatro. Uma viagem imaginária pelo tempo, impulsionada pelos gestos e movimentos de um corpo que se questiona e se revê em sua trajetória cênica pela vida.

Direção, Concepção e Atuação: Mariana Muniz

Assistência de Direção e Fotos: Claudio Gimenez

Supervisão Geral: Eduardo Tolentino De Araújo

Artista Provocadora: Clara Carvalho

Música Composta: Celso Nascimento

Figurinista: Fábio Namatame

Iluminação: Ricardo Severo

Sonoplastia: Mauricio Brugnolo

Produção Executiva: MoviCena Produções

Duração: 50 minutos

Classificação: livre

TRANSVERSOS (2014)

Em TransVersos, a Cia. Mariana Muniz de Teatro e Dança pesquisa maneiras de construir a cena e diminuir a distância entre o artista e a comunicação coreográfica. Ao explorar as dimensões narrativas e dramáticas dos espaços pessoais, teatrais e urbanos, além de buscar a construção coreográfica e improvisada como possibilidade dramatúrgica, o trabalho investiga modos de se relacionar com esses espaços e viver a cena com o público, habitantes passageiros, por meio do movimento dançado.  “TransVersos” discute cineticamente as relações das pessoas com estes espaços.

Concepção, Direção e Coreografia: Mariana Muniz

Assistência de Direção e Fotos: Claudio Gimenez

Intérpretes-criadores: Alice Vasconcelos, Bárbara Faustino, Danielli Mendes, Maurício Brugnolo, Mariana Muniz e Tatiana Saltini

Produção executiva: Cria da Casa Art Productions  (Priscila Wille)

Coordenação de produção: Aline Grisa

Duração: 45 minutos

Classificação: livre

GESTOS (2013)

Obra resultante da imersão no estudo de Libras (Língua Brasileira de Sinais). Neste projeto não cabem traduções, e sim articulações entre palavras expressas em línguas distintas num espaço comum, onde os desenhos dos gestos se mesclam a vozes que igualmente desenham formas e sentidos. Trata-se da projeção no espaço dos códigos verbais e não verbais, seja por meio dos gestos, seja por meio da oralidade, tendo como fio condutor as estruturas coreográficas que dimensionam e articulam esses mesmos códigos. GESTOS se dirige a dois públicos distintos: o dos surdos e o dos ouvintes, sem exclusão daqueles que livremente transitam entre essas duas línguas.

Concepção, Direção e Coreografia: Mariana Muniz

Assistência de Direção, Cenografia e Fotos: Cláudio Gimenez

Criadores-intérpretes: Amanda Correa, Bárbara Faustino, Danielli Mendes, Gilberto Rodrigues, Mariana Muniz, Rubens Caribé, Tatiana Saltini e Viviane Fontes

Estagiária: Maike Rinne

Música Original: Ricardo Severo

Iluminação: Ricardo Bueno

Figurino: Tânia Marcondes

Assessoria em Libras: Carlos Avelino de Arruda Camargo e Alexandre de Freitas Guimarães

Aulas de Voz: Frederico Santiago

Aulas de Eutonia: Karen Muller

Produção Executiva: Cria da Casa Art Productions (Cybelle Young e Priscila Wille)

Duração: 50 minutos

Classificação: livre

2 MUNDOS (2011)

É um projeto de dança/teatro inspirado no universo da cultura surda, fruto de Investigações da bailarina e atriz Mariana Muniz – responsável pela Cia. Mariana Muniz de Teatro e Dança –, e que dá continuidade à pesquisa da Cia. sobre as intersecções entre dança e teatro, movimento e palavra, poesia e dança, numa exploração radical da comunicação através do corpo/voz”. A gramática da Libras em dança com a gramática do corpo, na sintaxe poética do movimento: um belíssimo trabalho que explora a ‘potência expressiva do gesto’, para públicos surdos e ouvintes.

Supervisão Geral: Eduardo Tolentino de Araújo

Concepção, Interpretação e Dramaturgia: Mariana Muniz

Direção e Fotos: Cláudio Gimenez

Assessoria Técnica em Libras e Imagens projetadas: Carlos Avelino de Arruda Camargo

Música Original: Ricardo Severo

Figurino: Tânia Marcondes

Iluminação: Ricardo Bueno

Estagiárias: Tatiana Saltini e Luzia Bugno

Produção: Cria Da Casa Art Productions (Cybelle Young e Priscila Wille)

Duração: 60 minutos

Classificação: livre

  • Facebook - White Circle
  • YouTube - White Circle
  • Vimeo - White Circle
  • Twitter - White Circle