Seguimento do processo de criação e encontro das intérpretes Mariana Muniz e Regina Vaz em Março.

No mês de março dando sequência ao processo segue registros do diário de criação.


EM MARÇO

➢ ENSAIOS MARIANA MUNIZ E REGINA VAZ


Imagem feita no final do primeiro ensaio. Foto de Cláudio Gimenez


Dia 23/03/2019 - sábado (duração- quatro horas)

Conversa sobre imagens recorrentes:

MICROFONE com pedestal

IMAGENS projetadas no corpo

SELEÇÃO DE IMAGENS DO VÍDEO “MANAUS MUSIK”

https://youtu.be/MW8WgwELpBg

A QUESTÃO DO SOPRO

-O SOM DO AR PASSANDO PELO CORPO

-RESPIRAÇÃO DO GUILHERME NO DELÍRIO, ANTES DE MORRER, NO HOSPITAL.

BANCO DO PIANO girando sem parar, como uma moenda.

Como o som de um baixo contínuo.

Glossolalia- a língua dos anjos ( termo utilizado por Guilherme Vaz)

substantivo feminino

1.

RELIGIÃO

suposta capacidade de falar línguas desconhecidas quando em transe religioso (como no milagre do dia de Pentecostes).

2.

PSICOPATOLOGIA

distúrbio de linguagem observado em certos doentes mentais que creem inventar uma linguagem nova.


SOM_PELE_MOVIMENTO, dentro da questão do ar

-ÓRGÃOS – falar do processo ( entendimento da música do Guilherme – o que ela provoca no nosso corpo-audição) enquanto realiza o movimento.

Experimento falar sobre os PULMÕES enquanto me movimento a partir do contato que faço com eles. Uma tonalidade didática que liga com a ideia de ORIGEM de busca “PALEOLÍTICA” (conceito do Guilherme Vaz).

A MÚSICA DO GUILHERME E O QUE ELA PROVOCA NO CORPO.

A MÚSICA DO GUILHERME LEVA À BUSCA DA ORIGEM? PARA O COMEÇO DO MOVIMENTO CRIATIVO INTERNO?

• Los 45 – os 45 movimentos de Graciela Figueroa. Fazê-los com sons de sílabas de línguas indígenas.

• Escutamos MENSAGEM DA GRACIELA NO WHATSAPP

• Qualidades dinâmicas orientais

• Origem no momento da repressão em Montevideo

• COMBO COREOGRÁFICO: UM PONTO QUE MORRE COMO UMA LINHA- BUSCA DO UM-UNÍSSONO-ESPELHO COM OU SEM MÚSICA- CANTANDO

• Pesquisa: quando o movimento cotidiano se torna dança?

• CÂMBIO DE ROUPAS

• LIGAÇÃO COM PLATÉIA E AS ENERGIAS PRESENTES

• ARTES MARCIAIS – ORIENTE/OCIDENTE – ENTRADA EM LUGARES EM QUE ORITMO NÃO É MARCADO

Olhamos algumas partituras gráficas

Escuta do CD Gravado com roteiro sugerido por Regina Vaz.



Dia 24/03/2019- domingo (duração- três horas)

Foto: Cláudio Gimenez


Sobre o ROTEIRO MUSICAL

ANJO SOBRE O VERDE

1- GUARDIÕES DA FLORESTA

INTRODUÇÃO COM TEXTO NA MÃO?

Texto SOBRE OS MARACÁS?

*SEQUENCIA DO ACORDAR ( FIZEMOS DUAS SEQUENCIAS DE MOVIMENTO E JUNTAMOS AS DUAS)

Na imagem de Cláudio Gimenez, Regina realiza um movimento de minha sequencia. A IDEIA É LEVAR DOS MOVIMENTOS DE ACORDAR AO TRABALHO COM OS GESTOS COTIDIANOS QUE GERAM SONORIDADES.

• IDEIA DE UTILIZAR SAPATOS QUE FAZEM SONS.

• BOLAS DE PINGUE PONGUE – MOVIMENTO/SOM DO QUICAR.

• IDEIA DE INTERAÇÃO COM A PLATEIA ATRAVÉS DE MUSICA FEITA COM PAPEIS QUE ESTARÃO DENTRO DO PROGRAMA.


• O QUE VAMOS REALIZAR? Uma instalação sonoro-visual na qual o movimento dançado é parte essencial de sua raiz.


2- NOITE ORIGINAL (AMOR E MEDO)

A partir de 1:40s ( SAIA GIRANDO) cobra e tudo plástico- conduite.

-posição dos três macacos

-tocar o maracá (ação de acocorar e rolar)

5 MINUTOS

3- LA VIRGEN – 45 MOVIMENTOS

Experimentar variação de dinâmica- câmara lenta?

4- PASSACALE

Caminhada a dois em desenhos geométricos (círculos incluídos)

TEXTO COYOTE – NÓS SOMOS O COYOTE

5- PHANTERA ONÇA

• PAI NOSSO

• QUADROS DA MORTE

• REVERÊNCIAS (NOBREZA)

• PASSOS DA SAGRAÇÃO DA PRIMAVERA – O VELHO

A ideia de Phantera – morte e dores/ extinsão

6-FRONTEIRA OCIDENTAL DE 5:50s à 6:38S.

7. GUILHERME REGENDO

Sentadas, assistimos o Guilherme regendo a Manaos Musik


RESUMO DA TRILHA

1. Guardiões da Floresta

2. Noite Original

3. Passacale – caminhadas

4. La Virgen – os 45 – faixa 4 e a noite estrellada

5. Phantera onça (reverências-índios- quadros de morte)

6. ? Vento sem mestre

7. Fronteira ocidental

8. Guilherme Regendo.


Dia 25/04/2019


Segunda-feira ( duração de três horas)- 9:30 às 12:30h com acompanhamento de Raquel Franz, do grupo de estudos.

1. Revendo a trilha sonora

2. Retomada das sequencias de movimento, agora com utilização de instrumentos: colar de sementes.

3. Começamos a experimentar os 45 com variações de dinâmicas e com músicas diferentes do Guilherme Vaz.

4. Improvisamos sobre os quadros de morte


Dia 26/03/2019

Terça-feira ( duração 6 horas, divididas entre manha e tarde)

Pela manhã tivemos o acompanhamento de Igor Moura, do Grupo de estudos.

• Decidindo a versão para estudo do pai nosso, em LIBRAS.

• Trabalhamos, durante toda manhã na versão escolhida para o pai nosso.


À tarde, trabalhamos sobre as imagens pra o final do trabalho, além de fazermos uma peregrinação pela rua, em busca de bolas de pingue pongue.


foto: Claudio Gimenez



Posts Em Destaque
Posts Recentes
Siga
  • Facebook - Black Circle
  • YouTube - Black Circle
  • Vimeo - Black Circle
  • Twitter - Black Circle
  • Facebook - White Circle
  • YouTube - White Circle
  • Vimeo - White Circle
  • Twitter - White Circle